Acessibilidade logo

Acessibilidade

bat-papo

Fale com a Prefeitura

  • *Campos obrigatórios
  • Ao iniciar um contato, você concorda com a Política de privacidade

  • ...Ou se preferir

  • Ligue para nós

    (77) 3432-1112

  • Ou seja atendido presencialmente

    Segunda a sexta-feira, das 08h às 12h e das 14h às 18h.

    Praça Osório Ferraz, Nº 01 - Centro

  • Outros meios de contato

Em conformidade com:

Cultura
Prefeitura abre cadastramento para Lei Paulo Gustavo em Itambé
11/01/2023

A Prefeitura de Itambé, por meio da Secretaria de Cultura, abriu o cadastramento para aplicação da Lei Paulo Gustavo no município. O cadastramento visa identificar e cadastrar os agentes culturais de Itambé, para que sejam incluídos projetos contemplados na Lei Complementar nº 195/2022 (Lei Paulo Gustavo). Serão cadastrados todos os promotores de cultura que queiram fazer parte da elaboração de projetos que poderão ser incluídos em planos de ações de incentivo à cultura no âmbito estadual e federal.  

 

O cadastramento, que será feito durante o mês de janeiro, deverá ser feito de forma presencial na sede da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer situada à Alameda Paulo Achy, 47, Centro, no primeiro andar do prédio da Caixa Econômica Federal.

 

Enquanto os profissionais da área aguardam a regulamentação em âmbito federal, o Município de Itambé implementará novas ações de elaboração e estruturação das demandas culturais com o cadastramento dos agentes culturais. O cadastramento permitirá que a cidade colete propostas de como os mecanismos de financiamento devem estar estruturados, as divisões de categorias e valores, além de demais itens para a construção dos editais, chamamentos públicos ou outras formas de seleção pública.

 

Sobre a lei

 

A Lei Paulo Gustavo dispõe sobre ações emergenciais para a cultura a serem adotadas em decorrência dos efeitos econômicos e sociais da pandemia da Covid-19. As ações executadas por meio da regulamentação serão realizadas em consonância com o Sistema Nacional de Cultura, organizado em regime de colaboração, de forma descentralizada e participativa, conforme disposto no art. 216-A da Constituição Federal, notadamente em relação à pactuação entre os entes da Federação e a sociedade civil no processo de gestão dos recursos oriundos desta Lei Complementar.

 

A Lei Complementar foi promulgada, porém, em virtude da Medida Provisória (MP) no 1.135/2022, publicada no Diário Oficial da União no dia 29 de agosto, o repasse aos setores da cultura e de eventos foi adiado. Apesar dos obstáculos, Itambé está antecipando as ações de implementação da lei com a realização da consulta pública, facilitando a execução da Lei Paulo Gustavo no município.

 

Dúvidas e informações sobre o cadastramento podem ser sanadas na Secretaria de Cultura ou pelo e-mail: cultura@itambe.ba.gov.br



Autor: ASCOM/PMI